Notícias
ENVIADO EM
28 MAI
Vantagens de comprar um imóvel na planta


A compra de um imóvel é considerado um dos momentos mais importantes na vida das pessoas. Seja para a vida pessoal, quanto profissional. Pensando em obter equilíbrio e segurança financeira. Desta maneira, é importante considerar que comprar um imóvel na planta pode ser uma ótima opção. Veja alguma vantagens em comprar um imóvel na planta:

- Valorização do imóvel

Considerado como um investimento certeiro, você pode sair ganhando se escolher localizações privilegiada com fácil acesso de estabelecimentos comerciais e regiões valorizadas na cidade.

- Infraestrutura moderna

Como tudo é novo e está sendo recentemente instalada, a chance de ter mais tecnologia e inovação no imóvel é muito maior. Esse é um fator muito importante a se avaliar antes da compra. Quanto mais moderno, melhor.

- Preço acessível

Com melhores formas de pagamento é muito mais barato que comprar um imóvel pronto. Avalie sempre a flexibilidade da entradas e financiamentos oferecidos.

-  Possibilidade de personalização

Os novos empreendimentos vem trazendo inovação com salas modulares e também possibilidade de personalizar acabamentos dentro do imóvel. Fica muito mais com o estilo e o gosto do dono do imóvel. 

Continuar lendo ➜
ENVIADO EM
20 JUL
Fachada Ativa: vantagem para lojistas e empresários das salas locais

Fachada ativa corresponde à ocupação da fachada localizada no alinhamento de passeios públicos por uso não residencial com acesso aberto à população e abertura para o logradouro. Consiste basicamente em oferecer comércio e serviços no térreo das edificações, fortalecendo a vida urbana e tornando as cidades mais interativas e pensadas para a população. 

Vantagens para lojistas

A fachada ativa dinamiza o movimento urbano nos empreendimentos, pois o novo fluxo de pessoas na parte térrea do empreendimento impacta positivamente o setor de comércio e serviços. E, onde tem fluxo de pessoas, tem oportunidade de gerar negócios. Além disso, por fazerem parte de um empreendimento, o valor de locação do ponto da loja tende a reduzir.

Um exemplo de fachada ativa em São Paulo é o Condomínio Conjunto Nacional, localizado na Avenida Paulista. O espaço, além de contar com 47 apartamentos residenciais, possui também um edifício comercial, com 485 estabelecimentos. Com a fachada ativa do prédio, o centro comercial do Conjunto Nacional contabiliza 66 empreendimentos, entre lojas, restaurantes, drogarias e outros.

Vantagem para empresários locais

Para os empresários que trabalham no prédio e até mesmo ao público mais próximo ao empreendimento, a fachada ativa oferece a conveniência de ter produtos ou serviços alinhados às suas necessidades As fachadas ativas são hoje consenso entre urbanistas como instrumentos de promoção de um relacionamento mais harmônico entre edifícios e a cidade, na opinião do arquiteto Milton Braga, do Instituto de Urbanismo e Estudos para a Metrópole (Urbem)

Como a ideia é fazer da parte térrea dos prédios verdadeiros corredores de passagem pública, as franquias instaladas na fachada ativa tendem a ter maior fluxo de pessoas, atendendo a demanda do próprio empreendimento e a dos pedestres.


Continuar lendo ➜
ENVIADO EM
30 NOV
Comprar ou alugar?

Você está em busca de um lugar para instalar o seu negócio e não sabe se deve comprar ou alugar uma sala?

Não se preocupe, essa dúvida é bastante comum. Por isso vamos, te mostrar 3 pontos que devem ser levados em consideração para tomar a melhor decisão.

É importante ressaltar que estamos levando em consideração somente o ponte de vista financeiro.

Primeiramente pense no tempo de permanência no imóvel 

Antes de decidir, reflita sobre o tempo que você pretende ficar no imóvel. Caso a ideia seja ficar pouco tempo, até seis anos, melhor não pensar em comprá-lo.

Isso porque o aluguel dá mais mobilidade: se ocorrer algum imprevisto, como uma mudança de ramo, por exemplo, é muito mais fácil sair do imóvel alugado do que ter que vender o seu às pressas.

Coloque os custos na ponta do lápis

Se não há dinheiro para comprar à vista, é preciso fazer contas sobre o juros do financiamento ao longo dos anos e comparar com o aluguel e seus reajustes.

Caso o custo efetivo total do parcelamento for maior do que a soma dos anos de aluguel e seus reajustes, entra o fator da disciplina.

Para que você realmente economize pagando aluguel, a diferença precisa ser poupada e investida.

Tem dinheiro para comprar à vista?

Os especialistas em finanças costumam ensinar a conta da taxa de retorno do aluguel, que pode dar um norte para quem tem o montante para pagar o espaço próprio à vista: dividir o valor do aluguel pelo preço de compra do imóvel e multiplicar por 100.

Se o resultado for menor do que o rendimento mensal de investimentos mais conservadores, de renda fixa, como CDB e Tesouro Direto, melhor manter o dinheiro aplicado. Caso contrário, parta para a aquisição.

Continuar lendo ➜
ENVIADO EM
09 NOV
Imóvel para startups: o que você precisa saber

O mercado brasileiro, de alguns anos para cá, tem visto surgir empresas inovadoras que oferecerem prestação de novos serviços e soluções criativas. São as startups, negócios de grande valor, geralmente ligados à área tecnológica, que alçam conquistam o mercado muito rapidamente.

Por mais que seja um novo modelo de negócio, as startup enfrentam os mesmos processos de uma empresa normal. Os jovens empreendedores também têm que lidar com assuntos mais formais, que vão além do que só desenvolver as atividade que o seu negócio propõe. Como, por exemplo, alugar ou comprar um imóvel comercial. São muitos os fatores que influenciam a escolha de um imóvel para instalar uma startup.

O que é uma startup?

A princípio qualquer prática de empreendedorismo em fase inicial pode ser uma startup. A diferença entre elas e outras empresas, é que a startup deverá planejar todo seu modelo de negócio para que seja ensinável, repetível e escalável. Uma caracteristica importante é a sua curva de crescimento: é um negócio que amadurece muito rápido e colhe em pouco tempo os resultados esperados. Assim, visão de mercado e planejamento são os guias de sucesso desse formato de empresa.

De forma geral, as startups se caracterizam por ser um negócio com ideias muito inovadoras e grande disposição para inovar e satisfazer as necessidades do mercado. Com a inovação vêm o crescimento, e este traz novos desafios para os jovens empresários. Como, por exemplo, o de ter uma sede própria. Portanto, a escolha do imóvel é essencial para tudo dar certo.

Imóveis para startups

Você com certeza já ouviu histórias de grandes startups que começaram nas garagens dos seus donos. Apesar de inspiradoras, são histórias que contam com mais charme do que realidade. Imóveis empresarais precisam ser funcionais e servir aos propósitos da empresa. A escolha da primeira sede é algo importante e que precisa ser planejado. Esse são alguns fatores a se considerar:

  • Localização – uma boa localização para startups está ligada ao seu desenvolvimento, é preciso estar inserida em um bom ponto comercial. Estar junto a uma comunidade de negócios faz toda a diferença. O imóvel precisa estar se localizar em espaço de oportunidades.
  • Estrutura – por se tratar de uma empresa diferente, ela tem também necessidades estruturais diferentes. É necessário optar por imóveis oferecem estrutura de de telecomunicações avançada, acessibilidade, segurança, e é claro, espaço necessário para o desenvolvimento das atividades. 
  • Crescimento – a curva acelerada de crescimento obriga as startups a mudanças imediatas. O imóvel onde será instalada precisa estar conectado a perspectiva de crescimento, para receber novos funcionários, máquinas, estação de trabalho e infraestrutura geral.

Tem um projeto de startup e está em busca de imóveis para abriga-lo? Fale conosco, temos o know-how em salas comerciais para abrigar empresas de todos os ramos.


Continuar lendo ➜
ENVIADO EM
02 NOV
Dicas para montar um coworking de sucesso

Coworking quer dizer ambiente de trabalho compartilhado. Ou seja, são salas comerciais ou escritórios partilhados por várias empresas, que podem ser, inclusive, de diferentes ramos de atuação. A prática já é bem comum em vários países. E no Brasil, os espaços de coworking também estão tomando conta do mercado. Cada vez mais pessoas entram no mundo do empreendedorismo, seja com a criação de empresa próprias ou atuando como freelancers. Para quem está começando a empreender, manter um endereço comercial sozinho pode não ser sustentável nesse estágio inicial. 

Não existe nenhum segredo para montar um escritório de coworking, e a gestão do mesmo pode ser bem simples. Mas é importante que os profissionais se sentam atraídos pelo novo escritório e por dividir um espaço com outras pessoas. Separamos algumas dicas para você que tem a intenção de entrar nesse modelo de negócio:

1. Planejamento e pesquisa

Muitas pessoas pensam que é necessário apenas um espaço grande para montar o escritório. Mas essa não é a realidade, escolher o local é apenas uma das etapas. É necessário um planejamento estratégico e financeiro para definir como o espaço será montado, avaliar se o novo ambiente de trabalho oferece todas as possibilidades que sua empresa necessita. 

2. Móveis de qualidade

Com a primeira etapa realizada e o local escolhido, é hora de pensar na divisão do espaço e nos móveis utilizados. Escritórios são locais onde as pessoas passam um tempo considerável, sendo assim, é importante investir em móveis de qualidade. Se possível, opte por modelos ergonômicos que ofereçam conforto e segurança ao profissionais que irão utilizá-los.

3. Decoração e Iluminação

As cores, iluminação provocam diferentes sensações nas pessoas e, por isso, também influenciam no ambiente de trabalho. É importante estar atento à essa escolha para que elas tragam estímulos positivos ao espaço.

4. Área de convivência

Seu coworking receberá diversos tipos de profissionais, tanto para trabalhar quanto para realizar reuniões. Será um espaço de networking e de interação, por isso, procure investir em uma área de convivência. Ambientes que incentivam a criatividade e produtividade são um diferencial desses locais, por isso seguem ganhando espaço entre diversos profissionais.


Continuar lendo ➜
ENVIADO EM
02 ABR
Home Office ou Business Center?

O espaço para seu negócio, principalmente onde ficará o seu escritório central, é de extrema importância para o atendimento ao cliente e principalmente transmitir a imagem que sua empresa irá construir ao longo dos anos.

Mesmo na era digital, onde tudo se encontra na “nuvem”, o espaço físico ainda é um diferencial quando falamos sobre o relacionamento com os clientes, funcionários ou sócios.

Sendo assim, qual o melhor opção para montar seu negócio: Home Office ou em um Business Center? Entenda melhor quais as vantagens e desvantagens de cada um e conquistar um negócio de sucesso.


Home Office


Vantagens

1- Baixo Custo

Por ser sua residência, não há necessidade de aluguel de espaço.

2- Baixa burocracia

Dependendo da atividade, não é necessário uma documentação para se trabalhar em casa.

3- Sem custo de saída

Para residência, não há custo quando sair do espaço.

4- Liberdade de decoração

Livre criatividade para deixar seu espaço com a cara da sua empresa.

5- Favorece filhos e pets

Cuidar de filhos e animais de estimação se torna mais fácil quando se trabalha no mesmo espaço que eles, ajudando no auxílio aos mesmos quando necessário.


Desvantagens

1- Não possui espaço para reuniões

Por ser um ambiente residencial, a infraestrutura para reuniões, como mesa, telão, datashow e cadeiras, se torna de difícil acesso, dificultando a excelência dos encontros.

2- Sem privacidade

Caso seja um ambiente familiar, a privacidade se torna também um ponto raro, podendo ser muito mais propenso a interrupções e problemas com ruídos externos.

3- Não favorece o networking

Um ambiente residencial não possui fluxo de pessoas e negócios diferentes para estabelecer parcerias e trocar experiências.

4- Não possui escala de trabalho

Desligar-se da empresa após o horário comercial é necessário, porém no home office esse “desligamento” também é difícil de ser feito, uma vez que o ambiente de lazer é mesmo de trabalho.


Business Center


Vantagens

1- Baixo Custo

O custo para se alugar uma sala em um prédio comercial é baixo em relação a outros formatos de espaço físico.

2- Baixa burocracia

Adquirir uma sala em um business center é fácil e prático, sem necessidade de muita papelada ou processos demorados.

3- Infraestrutura

O ambiente já vem pronto pra você contando com estrutura para reuniões, espaços de convivência e segurança.

4- Favorece a imagem executiva

O Business Center é a personificação de ambiente comercial e executivo, transparecendo a imagem executiva para o seu empreendimento.

5- Localização

Na maioria das vezes, centros comerciais estão localizados perto de grandes vias e avenidas principais, auxiliando na locomoção até o local.


Desvantagens

1- Não possui liberdade na decoração.

Por ser um ambiente padronizado, a decoração tem de ser deixada um pouco de lado.

2- Não favorece filhos e pets

Ambientes comerciais, principalmente Business Center, são pouco tolerantes com filhos e pets no ambiente de trabalho.

3- Não desenvolve uma agenda de eventos

A agenda de eventos se torna uma questão individual, e não coletiva, dentro de centros comerciais.

4- Não possui espaço de convívio entre colegas

Por ser um ambiente mais privativo, com salas individuais, o espaço se torna solitário e único, favorecendo a privacidade.

5- Não favorece a imagem criativa

Ambientes corporativos, tais como Business Center, são ambientes mais sérios, restringindo a imagem criativa.

Em momentos onde tudo é em “nuvens”, ter um espaço físico para seu empreendimento é essencial! Mas qual a melhor opção, home office ou business center? Aqui temos as vantagens e desvantagens de cada um!


Continuar lendo ➜
Entre em contato com a gente
Rua Gustavo Maciel, 000
+55 14 3204 3830
+55 14 00000 0000
contato@rochavaz.eng.br
Todos os direitos reservados Rocha Vaz - Site criado por Raiz de Ideias e desenvolvido por LEAP Engenharia de Software.